quinta-feira, 29 de setembro de 2011

OUTUBRO ROSA /CANCER DE MAMA

Câncer de mama não é tudo igual. Há os mais e os menos agressivos, e os que crescem mais ou menos rápido, por exemplo. Uma série de características vai permitir ao médico indicar o tratamento mais adequado, aquele com maior chance de trazer a cura no menor tempo possível, minimizando os riscos de recaída. Muitas vezes, porém, a paciente não fica sabendo o que significam tantos termos técnicos e quais são suas implicações, o que tende a aumentar ainda mais sua angústia nesse momento tão delicado.

DUCTAL OU LOBULAR
As primeiras informações sobre o tipo de tumor costumam vir no resultado da biópsia, que informa se o carcinoma (que é sinônimo para câncer de mama) é ductal ou lobular, classificação que diz respeito ao local da mama onde se originou o tumor.

As mamas são glândulas formadas por lobos, que se dividem em estruturas menores chamadas lóbulos e ductos mamários.

O tipo mais comum é chamado carcinoma ductal, porque se origina nas células dos ductos mamários. Já o carcinoma lobular, menos comum, tem origem nas células dos lóbulos mamários.

IN SITU E INVASOR
Além de ser lobular ou ductal, o tumor poderá ser também in situ ou invasor. Essa classificação indica se ele está contido num ponto específico da mama ou se já começou a se espalhar pelo órgão. “O tumor é revestido por uma membrana”, explica o médico Pedro Aurélio Ormonde do Carmo, chefe do serviço de mastologia do Hospital Câncer III, do Instituto Nacional do Câncer - Inca. “Se essa membrana não foi rompida e as células tumorais estão contidas dentro do nódulo, temos um carcinoma in situ. Se elas já atravessaram essa membrana, falamos de carcinoma invasor”. Todo tumor in situ, se não for tratado, tende a evoluir para invasor, completa o especialista. Por isso, a importância do diagnóstico precoce.

O câncer de mama pode ser ainda do tipo inflamatório, que é uma forma de apresentação incomum dos carcinomas invasores. “É um tipo mais agressivo, com mais risco de metástase”, afirma Ormonde do Carmo. O carcinoma inflamatório afeta cerca de 2,5% das pacientes e se diferencia dos demais pelo fato de deixar a mama inchada e avermelhada, podendo a pele adquirir o aspecto de casca de laranja. Isso acontece porque as células tumorais se disseminaram pelos vasos linfáticos da pele que recobre a mama.

RECEPTORES HORMONAIS
Seja ductal ou lobular, in situ ou invasivo, todos os tumores de mama devem ser testados quanto à presença de receptores para os hormônios femininos estrógeno e progesterona. Receptores são proteínas localizadas na superfície externa da célula. No caso dos receptores hormonais, sua presença indica que o tecido tumoral se prolifera em resposta a esses hormônios. “Essa informação é muito importante para o tratamento”, afirma o especialista do Inca. “Os tumores que são positivos para receptores hormonais têm melhor prognóstico, ou seja, são mais fáceis de curar”, acrescenta.

Cerca de 60% dos casos de câncer de mama são positivos para receptores de estrógeno e/ou progesterona. O teste avalia a presença de cada receptor separadamente. Se o resultado for positivo para algum deles ou para ambos, a paciente passa a receber, além do tratamento convencional (quimio e radioterapia, por exemplo), a chamada hormonioterapia, que impede o acoplamento do hormônio com seu receptor, retardando o crescimento tumoral. Normalmente, a medicação leva a uma interrupção temporária dos ciclos menstruais.

HER2 POSITIVO
Tão indispensável quanto o exame para receptores hormonais é o teste para o receptor HER2, que também é uma proteína localizada na membrana das células. “Em até 25% dos casos de câncer de mama, essa proteína aparece em excesso, indicando que se trata de um tumor mais agressivo, ou seja, o risco de recaída, após o tratamento convencional, é bem maior”, explica o oncologista Aman U. Buzdar, oncologista do MD Anderson Cancer Center, da Universidade do Texas, que esteve em São Paulo em setembro passado para um congresso organizado pelo Hospital A. C. Camargo.

Tal como os receptores hormonais, a positividade para HER2 implica no uso de uma medicação específica que se somará ao tratamento e cujo objetivo também é bloquear o receptor, diminuindo a velocidade de crescimento do tumor. Segundo Buzdar, nos casos em que a doença está em estágio inicial, o tratamento específico pode reduzir o risco de recorrência da doença em até 50%. “É muito importante que a paciente cobre do médico o teste de HER2”, completa o especialista.

TRIPLO NEGATIVO
Um tumor de mama pode ser positivo para estrógeno, progesterona e HER2. Ou pode ser positivo apenas para um ou dois desses receptores. Ou pode, ainda, ser negativo para todos eles, no que os oncologistas chamam de tumor triplo negativo. “São tumores mais agressivos”, afirma Ormonde do Carmo. “Como não há um receptor para atacar com medicamentos específicos, o tratamento é mais difícil”, acrescenta. Por outro lado, essas pacientes respondem melhor à quimioterapia. Os tumores triplo negativo representam cerca de 15% dos casos de câncer de mama.

MASTECTOMIA RADICAL OU CONSERVADORA
As características do tumor têm pouco efeito na decisão do mastologista sobre qual é o tipo de mastectomia mais indicado para cada paciente, se completa (radical) ou parcial (conservadora), explica Ormonde do Carmo. Tampouco é apenas o tamanho do tumor o principal fator a ser considerado. “O que importa é a relação entre o tamanho da mama e o da lesão.” Assim, uma mulher que usa sutiã número 38 e tem um tumor de 2 cm provavelmente fará uma mastectomia radical, enquanto outra, que usa sutiã 54 e está com um tumor de 5 cm, fará uma cirurgia conservadora, exemplifica o especialista. Ele esclarece que, como é preciso retirar o tumor e uma margem de tecido ao redor dele, muitas vezes as mamas menores são prejudicadas, porque o resultado estético da cirurgia conservadora não seria bom, por isso é melhor retirá-la por inteiro.

Independentemente da cirurgia e do tipo de câncer de mama, as lições que ficam são pelo menos duas. Em primeiro lugar, estar bem informada é fundamental. Conhecer as características do tumor diagnosticado é importante para discutir com o médico todas as decisões tomadas durante o tratamento. Em segundo, o diagnóstico precoce é vital em qualquer situação. Seja o tumor mais ou menos agressivo, quando descoberto em estágio inicial, as chances de curá-lo são sempre muito maiores. Para isso, a mamografia anual a partir dos 40 anos é indispensável.



CRÉDITOS P O BLOG www.mulherconsciente.com

sábado, 24 de setembro de 2011

OUTUBRO ROSA /AUTO EXAME

REALIZE SEU AUTO EXAME E FAÇA A MAMOGRAFIA REGULARMENTE.....

















AMIGAS VAMOS NOS CUIDAR.......

CUIDADO...PORQUE NEM SEMPRE O FINAL É TÃO BONITO ASSIM...
MILHARES DE MULHERES MORREM TODO ANO DE CANCER NA MAMA, É A DOENÇA QUE TEM CEIFADO A VIDA DE MUITAS. O MELHOR REMÉDIO AINDA É A PREVENÇÃO!!!


NEM TODAS AS FOTOS SÃO BONITAS!!!INFELIZMENTE.





























OUTUBRO ROSA










OUTUBRO ROSA / mamografia é um direito assegurado pelo SUS







Em maio de 2009, entrou em vigor a Lei nº 11.664/08, que assegurou a todas as mulheres o direito à mamografia periódica realizada gratuitamente pelo SUS após os 40 anos (bem como o exame preventivo de câncer de colo do útero para todas as mulheres sexualmente ativas)


participe e viva tambem o seu "DIA ROSA"

OUTUBRO ROSA / DIA ROSA PARA TODAS NÓS!

Um dia por ano


Apenas um diazinho para você pensar no seu bem-estar, na sua saúde, em melhorar a sua qualidade de vida. A partir de hoje, todas as mulheres estão convidadas a escolher um dia por ano para olhar para si mesmas

Muitas são as coisas que deixamos de lado em função da correria das nossas vidas. O trabalho, o marido, os filhos, a família e tantas outras coisas vêm como prioridade e, quando percebemos, o dia passou, a semana passou, o mês ou até o ano, e nada fizemos por nós. Esse já é um hábito arraigado na vida de grande parte das mulheres, mas é hora de acordar e mudar isso de uma vez por todas.

Imagine que um dia você acorda e tira o dia todo para se cuidar. Toma aquele banho agradável, longo (mas não muito), senta calmamente para saborear um delicioso café da manhã, sem pressa, tendo como único compromisso, cuidar de você. Esse será o seu Dia Rosa, o momento ideal para lembrar-se da sua saúde, visitar seu médico e fazer aqueles exames de rotina, incluindo, claro, a mamografia para se prevenir do câncer de mama.

Fundamental e insubstituível, só a mamografia é capaz de detectar tumores ainda em fase inicial, isto é, quando eles são menores de 1 centímetro, pequenos demais para serem percebidos na palpação. "Quanto mais precoce é o diagnóstico, maiores são as possibilidades de cura", explica a mastologista Fabiana Makdissi, do Hospital A.C.Camargo de São Paulo. "O câncer de mama é um tumor extremamente prevalente entre as mulheres", esclarece. "Como é frequente, tem indicação de exames de rastreamento, ou seja, antes dos sintomas, pesquisar se a mulher tem algum indício da doença e, neste painel, o melhor exame que a mulher pode fazer é a mamografia", conclui a mastologista.




Portanto, não deixe para depois. Eleja o seu Dia Rosa e cuide-se. Sua saúde agradece!




PROCURE JÁ O SEU E.S.F. OU POSTO DE SAÚDE DO SEU BAIRRO PARA AGENDAR O SEU EXAME!

OUTUBRO ROSA / "DIA ROSA" o dia da sua mamografia



As mulheres gostam de se cuidar. 
Essa máxima não fomos nós, nem ninguém que inventou. 
É um fato que está aí. 

No aumento de consumo de produtos de beleza. 
Na procura insana pelas novas cores dos esmaltes e assim por diante. 

O problema é que, quando se trata de saúde, tudo fica mais delicado. 

Ela não quer receber o diagnóstico positivo. 
Ninguém quer. 
Mas também não se previne. 
O pedido de exame fica lá no fundo da bolsa. 2 meses. 6 meses. 1200 km depois, já tomou o outro rumo. 
Andou tanto tempo escondido que ela se esquece de fazer o exame. 
A grande verdade é que nunca dá tempo de fazer o que a gente não quer fazer. 
Para a mamografia entrar de vez na rotina preventiva das mulheres, tem que virar prioridade. 
Não dá para disputar com o projeto que precisa ser entregue o mais rápido possível no trabalho, muito menos com o tempo junto ao marido ou ao filho. 
Se ela não tiver espaço na agenda, o diagnóstico do câncer de mama continuará sendo tardio. 
Se existe o dia de ir ao salão de beleza e o dia de sar com as amigas, tem que existir o dia de colocar a prevenção em primeiro plano. 
O dia em que todas as mulheres com 40 anos ou mais deixam algumas coisas de lado para cuidar da saúde da mama. 
Com o dia rosa, as mulheres vão dar prioridade ao que hoje tratam como opção.
eventos




Leve o DIA ROSA para o seu perfil











LAÇO COR DE ROSA


VOCÊ QUER COLOCAR O LAÇO COR DE ROSA NA SUA FOTO P POSTAR NO BLOG, ORKUT, FACEBOOK,HOTMAIL ETC....ENTRA NESTE SITE E FIQUE POR DENTRO DISTO E MUITO MAIS....

http://www.mulherconsciente.com.br/

OUTUBRO ROSA NA LUTA CONTRA O CANCER DE MAMA


Você sabia que existem diferentes tipos de câncer de mama? Pois é, há os mais e os menos agressivos, os que crescem mais ou menos rápido. Conheça-os e informe-se sobre como age cada um deles

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

fim das férias...

Acabou........ voltando com muita saudades do meu cantinho, foram férias boas e rentáveis, pois consegui começar o tratamento... estou bem melhor, já voltei ao trabalho... tudo está transcorrendo bem, graças à Deus. to louca de vontade de crochetar, preciso me organizar pra isto, tomei algumas medidas pra mim... vou procurar arrejar mais a cabeça... me divertir um pouco pelo menos o possível né, porque a vida é muito corridaaa e à vezes nem conseguimos realizar a própria rotina, mas vou ter q dar jeito de me manter longe so stress.... preciso sarar, e se Deus q quizer isto vai ser logo. Amei de paixxão minha viagem aérea.....foi uma delicia.. curti minha filhota e um pouco de civilização.. afinal a capital nos proporciona momentos inesquecíveis e deslumbrantes... até surpreendentes, postei fotinhas no meu orkut! dia 13/09 to querendo assistir ao show da Paula Fernandes, aqui em P.Prudente, amo, sei que vai ser lindo..... é o começo do desestress......... enfim....volto logo pra contar as novidades e postar coisitas lindas do nosso artesanato... ah...vi uma feira de artesanatos em S.Paulo, amei...quanta coisa bonita! fiquei com uma vontade de fotografar..., mas achei q iria pagar mico..então ficou só na memória mesmo. bjs pra todas e todos até mais...fiquem com Deus